Shoppings são polos de investimentos para novos empreendedores

Centros possuem grande fluxo de pessoas e infraestrutura completa.

A nova realidade macroeconômica brasileira fez aumentar consideravelmente o número de novos empreendedores, justamente porque muitos profissionais ficaram com o dinheiro da rescisão contratual e optaram por abrir negócios próprios. De acordo com uma pesquisa da Serasa Experian, no primeiro quadrimestre deste ano cerca de 675 mil novos negócios foram criados no país, o que representa 4,1% a mais do que o mesmo período do ano passado.

 

shoppings-1

Para Francisco Ferraz, diretor de shoppings da 5R Shopping Centers, uma boa alternativa é ainda investir nos centros de compras. “Os shoppings possuem um excelente fluxo de pessoas, pois além de uma infraestrutura moderna contam com áreas de lazer e diversas opções gastronômicas, o que acaba fomentando ainda mais o consumo, mas ainda assim depende do produto”, afirma.

De acordo com o executivo, uma boa opção de investimento dentro dos shoppings é o setor defranchising, pois tem estrutura, treinamento especializado e mantém sempre um crescimento forte e consolidado. “O setor de franchising apresenta crescimento ano a ano, até mesmo em períodos conturbados da economia. Para se ter uma ideia, só no primeiro trimestre deste ano o aumento foi de 7,6%”, afirma. “Outro quesito importante é que diversos novos modelos de negócio foram lançados no mercado, nos quais há opções variadas de tamanhos e valores de investimentos”, ressalta Ferraz.

Antes de começar a pensar em operar, o executivo alerta sobre a necessidade de entender quenenhuma rede dá garantia de sucesso ao empreendedor, portanto, como qualquer outro setor, é importante realizar um planejamento adequado antes de tomar qualquer iniciativa. “Mesmo com grande suporte e treinamento especializado que diversas franquias concedem a seus franqueados, como em qualquer outro negócio, elas não dão garantias de sucesso. Por isso, é importante realizar uma boa pesquisa para entender se o shopping que você quer entrar possui um perfil de público necessário para seu produto ou serviço dar certo”, explica.

Além disso, Francisco destaca ainda dois pontos: não há a necessidade de ser um especialista no tema e o empreendedor pode ajudar a família passando o negócio de geração em geração. “Para empreender com franquias é necessário estar capitalizado, ter afinidade sobre o tema e ter muita força de vontade, qualidades pressupostas em qualquer interessado, por exemplo. O empreendedor também precisa lembrar que seu negócio pode ser um legado deixado a própria família no futuro”, salienta.

Outra dica importante para prosperar nos negócios é investir em empreendimentos localizados em cidades interioranas. “Segundo dados da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), 67% das inaugurações em 2015 foram no interior e para este ano 23 das 30 inaugurações estão previstas para ocorrer fora das capitais. Este movimento mostra a força e consolidação dos shoppings fora dos grandes centros, que hoje são polos de consumo consolidados”, complementa Francisco Ferraz.

 

IT BEACH CONQUISTANDO  MAIS ESPAÇO NO MUNDO 

A It Beach está crescendo cada vez mais, e é com muito orgulho que firmamos mais uma grande parceria, agora com a Argentina.

Segue abaixo algumas fotos do Instagram deles, que já está fazendo o maior sucesso:

it-beach-argentina

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

RECEBA OPORTUNIDADES EM SUA CIDADE

Mude sua vida financeira agora, investindo na franquia It Beach

 

Clique aqui e receba o E-book exclusivo
COMO INVESTIR SEM SUSTOS

 

Expansão de franquias: Simoni Sereguetti (11) 3666-4430 | (11) 97197-2470 (Whatsapp)

 

 

 

 

 

 


O que mudaria no empreendedorismo se Obama fosse brasileiro?

 

Obama

 

Você já ouviu falar no Mia Couto? Ele é um dos maiores escritores de Moçambique, um país que, apesar da distância, é muito parecido com o nosso. Em um de seus livros, ele lança uma pergunta: e se Obama fosse africano?

A provocação é ótima e poderia valer para o Brasil. Mas vou aproveitar o gancho e buscar, como empreendedores que somos, ver um outro ângulo, o otimista, aquele do lado cheio do copo. Quem viu a participação de Barack Obama no Global Entrepreneurship Summit, um evento realizado pelo Governo dos Estados Unidos e pela Rede Global do Empreendedorismo, vai concordar com a gente:

Se Obama fosse brasileiro, os empreendedores estariam muito bem.

Em um dos painéis, o presidente se sentou com Mark Zuckerberg e conversou com outros três empreendedores, um da Ruanda, outra do Peru e uma terceira do Egito, que, aliás, é apoiada pela Endeavor de lá.

Mais do que o papo entre eles em si, que foi ótimo, a imagem transmitida pelo líder da maior potência do mundo aos seus cidadãos é emblemática, de dar inveja. Um Obama totalmente familiarizado com o assunto trocou ideia sobre negócios, perguntou sobre como é o dia a dia das empresas e, claro, mostrou como seu governo está ajudando os empreendedores americanos e de todo o mundo.

Não bastasse esse show de conhecimento, o presidente americano aproveitou o canhão de atenção e mídia que sua posição proporciona e mostrou como aqueles do painel e todos outros tantos empreendedores estão transformando a vida de milhões de pessoas, em todos os países.

Quando Obama se encontra com empreendedores de alto impacto, e essa não foi a primeira vez, ele não está “só” mostrando a sua simpatia em um grande evento. Ele está mandando um recado: o empreendedorismo é importante.

O presidente sabe que empreendedores, vão transformar a vida de todos.

No Brasil, por exemplo, as empresas que crescem mais de 20% ao ano por três anos seguidos, as chamadas scale-ups, ou empresas de alto crescimento, são apenas 0,7% do total, mas geram quase 45% dos novos empregos da economia nacional, de acordo com o IBGE.

Os Estados Unidos têm uma série de iniciativas para apoiar seus empreendedores, e o presidente usa sua imagem e liderança para fazer uma das coisas mais essenciais em qualquer política pública: se posicionar e posicionar o seu governo. Nesse caso, e para a nossa sorte, a favor dos empreendedores.

Participar de eventos e falar sempre o quão importante o empreendedorismo é para o país não é suficiente, mas é um primeiro passo; é o que “dá o tom” para todo o resto. Sem isso, nenhuma política pública se torna prioridade e transformadora de verdade.

Essa liderança e posicionamento é rara entre as lideranças públicas brasileiras, em qualquer nível, seja federal, estadual ou municipal.

Nós da IT BEACH, estamos trabalhando para colocar o tema na agenda de todos. E você também pode fazer parte desse movimento. Vamos mostrar quanto barulho podemos fazer.

 

 

RECEBA OPORTUNIDADES 

EM SUA CIDADE

 

                               Mude sua vida financeira agora investindo na franquia It Beach Expansão de franquias:                              Simoni Sereguetti (11) 3666-4430 | (11) 97197-2470 (Whatsapp)

 

foto loja

 Entre em contato conosco e saiba como investir sem sustos

Simoni Sereguetti
Expansão It Beach 
11- 3666 4430
11- 97197 2470 (Whatsapp)
www.itbeach.com.br